quinta-feira, 10 de maio de 2012

A decisão é NOSSA!!!



A decisão é nossa de viver ou não bem, de estar ou não bem consigo...
Em alguns momentos esta decisão é tão difícil, a briga interna é tão grande que discernir o que é um sentimento real de um sentimento nascido das neuras que, nós, pessoas fracas, criamos, alimentamos dia a dia é quase impossível.
Esses dias conversando sobre essas brigas internas, e uma pessoa comentou sobre os lobos que temos dentro de cada um de nós. Temos o Lobo bom e o lobo mau, quem vencerá a batalha de titãs?? Simples aquele que você alimentar, que você fortificar, que você dê ouvidos.  Mas como lutar consigo??
O bem sempre vence não é verdade? Então, como mostrar ao Lobo mau que ele não esta certo, que as caraminholas que ele nos joga não é verdade? Como você consegue lutar contra algo que surgiu dentro de si, quando as coisas ditas, as ações tendem a comprovar que o lobo mau esta certo?
Aos poucos estou aprendendo a lutar, não venci até hoje, esse lobo mau danadinho, que não é o lobo da chapeuzinho vermelho, infelizmente é muito persistente, ele te deixa por um dia, uma semana, um mês e do nada ele volta. Ele só precisa de uma brecha, de um mísero deslize seu e pronto, você estará no limbo!
Já que o bem sempre, sempre, sempre vence o mau, o que devemos fazer para destruir o Lobo mau? 
Não alimente-o. Como? Lute!
Eu não tenho a fórmula mágica, você tem? Sim? Me passa? rs

Lenda dos Lobos
"Uma noite, um velho índio falou ao seu neto sobre o combate que acontece dentro das pessoas.
Ele disse:
- A batalha é entre os dois lobos que vivem dentro de todos nós. Um é o Mau. É raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, orgulho falso, superioridade e ego.
O outro é Bom. É alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade, humildade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.
O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô:
- Qual lobo vence?
O velho índio respondeu:
- Aquele que VOCÊ alimenta "



Nenhum comentário:

Postar um comentário