quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Liberdade


Quando falamos de liberdade o que realmente desejamos???  O que realmente queremos?? O que essa palavra nos leva a pensar???

“Liberdade é pouco. O que desejo ainda não tem nome.”
                                                                       ( Clarice Lisector)

Não me arrependo de quase nada do que fiz… somente de fazer os que amo e que me amam sofrerem por conseqüência de UMA decisão. Tenho minhas falhas, cometo erros, muitos achando que acertaria, outros sabendo que vou errar, mas sou HUMANA!!!!! Não nasci pronta, talvez nunca esteja pronta para muitas coisas, mas respeite-me!!!! Aprendi a pensar, pensar, pensar e pensar  antes de qualquer atitude…  O que pode ser cedo para um, para outro não é... Sei que sou julgada em todas as minhas atitudes. Sei que sempre serei julgada se a tomo, ou não...
Posso não ser clara em tudo o que falo, sinto ou desejo, mas não minto. Sei que a verdade dói muito mais que uma inverdade, uma omissão, uma mentira, porém, não mudarei meu jeito de ser, não mudarei o QUE SOU, para agradar ninguém!
Não adianta dizer que não faço jus ao que eu sempre preguei, pois o que eu REALMENTE sou NINGUÉM sabe, nem NUNCA saberá, pois não darei essa liberdade... Apenas Aviso: somente olhe em meus olhos e obterá todas as respostas!!!!!
 Não me pressione para saber coisas que vão lhe machucar, julgue-me se quiser, mas eu sou o que sou... Não mudei, apenas nunca viram o que eu sou de verdade, ou talvez eu nunca permitir que vissem... OU PIOR nunca quiseram ver ...
Muito ainda tenho/quero que  fazer, viver, aprender… Sei que estou no caminho, se ele é certo ou errado, só as conseqüências/resultados  me dirão… 


Nenhum comentário:

Postar um comentário